OS CIGANOS NA UMBANDA

Por Nádia de Iansã



Barulhos, euforia, risadas e muita, mas muita energia no terreiro. Assim surgem os guias Ciganos, com seu comportamento livre, seus olhares imponentes e com a firmeza de pensamentos necessária para quem compreende o que realmente é essencial na vida. Muito próximos dos sentimentos humanos, a Linha dos Ciganos na Umbanda, trabalha na direita, portanto são seres de luz, mas são seres que passaram por esse mundo tomando consciência de como a corrente do Universo leva os instintos dos homens, o que os tornam importantes guias e orientadores espirituais, com grande compreensão dos nossos anseios e fraquezas.





O povo cigano é um exemplo de força e empatia. E é por isso que eles hoje representam trabalhos regulares das Giras de Umbanda.

Os ciganos são guias espirituais que trabalharam de maneira respeitosa e que sempre demonstram o caráter fraterno de sua grande tribo. Eles entendem os rituais como forma de evolução e contribuição. Por isso realizam seus trabalhos através da força da alegria para distribuírem as melhores orientações.

É importante lembrarmos que toda a magia cigana não trabalha para serviço do mal. Mas para entregarem bem-estar, saúde, equilíbrio mental, físico e espiritual.

Os ciganos são indivíduos que colocam acima de tudo a liberdade, a fé, alegria e amor. Desta forma, na Umbanda eles agem libertando, amando e transformando a vida através da alegria. Jamais serão guias que prendem ou denigrem.

Precisamos também ressaltar que nem todas as pessoas ciganas virarão espíritos de guias, pois a cultura particular desse povo não tem relação alguma com a religião de origem cultural afro. Se tornar um conselheiro espiritual dos homens, é uma decisão particular de cada alma, eles esperam com isso alcançarem um outro nível de conhecimento e sabedoria.

Outro ponto que devemos descrever é que muitas vezes esses ciganos passaram por diversas vidas nessa cultura para poderem alcançar um nível mais elevado e poderem contribuir com seus conselhos, se tornando assim, entidades ciganas.

Os ciganos orientam com grande sabedoria principalmente questões amorosas e financeiras. Pois elas possuem relação com suas principais buscas terrenas. O que os permitem responder com maior profundidade sobre o assunto.

Durante giras com ciganos não é comum vermos trabalhos de quebra de demandas ou algo mais pesado. Simplesmente porque eles estão presentes para ensinar- nos a encarar os obstáculos da vida e entender o seu fluxo natural. Eles querem que todos percebam que tudo é opcional, – a dor também – e que somos livres para buscarmos o que nos trará a verdadeira felicidade.

Sua força e energia estão conectadas com a Santa Sara Kali, e eles são regidos pela Orixá Egunitá, pertencente ao Trono feminino da Justiça e da Lei, purificadora de toda energia negativa.




Dias dos Ciganos