Por que não devemos cruzar os braços ou pernas quando estamos em um centro de Umbanda?


Um cuidado que devemos ter é orientar os consulentes para que não cruzem os braços e as pernas no decorrer dos trabalhos e principalmente, durante a defumação. E isso porque, ao redor do corpo humano, ou melhor, de todo o ser vivo, existem correntes magnéticas circulando, uma em sentido contrário da outra, sem se tocarem. Ao cruzarmos os braços ou as pernas, misturamos a trajetória dos fluidos e, consequentemente, as linhas se chocam, resultando desequilíbrio no fluxo magnético, com dispersão da energia vibratória astralina que está recebendo, cortando inclusive, a corrente formada entre os presentes e provocando uma espécie de curto-circuito, usando analogamente o que ocorre com a energia elétrica.

Como vemos, tudo obedece a leis lógicas e naturais, tanto no plano material quanto no astral.

1.170 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo