VALE DOS ORIXÁS 2019



 

Em volta da cachoeira existe um ecossistema com plantas, rochas, animais, insetos, etc. É como se fosse um pequeno mundo! A água da cachoeira, em sua grande maioria, é limpa, pura e cristalina. A corrente garante que essa água esteja sempre circulando, passando por pedras, sendo banhada pelo sol, entrando em contato com inúmeros elementos da Natureza e carregando-os consigo, porque como sabemos, a água é um ótimo condutor. 

Aqueles que são um pouco mais sensíveis ou que se esforçam em concentração perto de uma cachoeira podem sentir que existe uma vida que rege todo o ecossistema da cachoeira. Alguns ouvem uma melodia, outros veem miríades de luz, outros somente sentem uma paz intraduzível quando se aproximam desse ambiente. 

Ao se banhar em uma queda de água é impossível não se sentir mais leve. Ao se banhar em uma cachoeira uma torrente de energias positivas o envolve, imantando e limpando sua aura de forma espetacular. 

Cada cachoeira é um espetáculo diferente. Por isso, pare e se concentre em cada uma, você conseguirá sentir a diferença. Todas são diferentes e magníficas obras primas dos anjos de luz. Entretanto, não adianta só o banho, temos que ter força para transmutar toda a negatividade em positividade. Uma questão importante foi levantada por um preto-velho: nada pode substituir o amor, o perdão e a paz interior. O banho é uma ferramenta auxiliar, uma bengala e jamais poderá substituir o esforço e a coragem

dos que buscam vibrar na frequência de Oxalá.

 

Use os banhos para se fortalecer, mas não faça deles o apoio para a sua caminhada espiritual. Para o objetivo ser alcançado é necessário que nos esforcemos para manter esse padrão vibratório de otimismo e confiança. Se retroceder ao padrão de pensamento e emoções descontroladas que tínhamos antes, tudo volta a ser como era. 

Como disse o Divino Mestre: "Orai e Vigiai";


As cachoeiras são domínios de Xangô e são em conjunto consagradas a Oxum. As vibrações das cachoeiras são de características vibratórias limpas e puras e servem para o nosso reajustamento vibratório, o que nos auxilia no desenvolvimento da mediunidade e na afirmação de nossos Orixás de cabeça. Os banhos de cachoeira descarregam e purificam espiritual e materialmente, lavando desta forma

nosso corpo físico e astral, eliminando larvas, miasmas e cascões astrais. Este banho descarregará qualquer carga de feitiçaria, tais como as famosas feridas que não curam com a medicina do homem, desde que, é lógico, se tenha em conjunto a assistência do plano espiritual. O banho de cachoeira para um umbandista é de extrema importância, pois é nesse local que recebemos as energias necessárias para o equilíbrio da matéria e do espírito.


 

ORIENTAÇÕES


Seguem alguns preceitos a serem observados para que tudo transcorra em plena harmonia durante nossa ida ao VALE DOS ORIXÁS:


 Não ingerir bebida alcoólica na véspera

 Tomar um café da manhã bem reforçado

 Não usar xampoo ou condicionador nos cabelos, usar apenas sabão de coco

 Usar roupas claras, preferencialmente branco

 Levar toalha de banho, sandália tipo havaianas e uma muda completa de roupa, incluindo peças íntimas, para trocar após o banho de cachoeira

 Usar maiô, sunga ou duas peças sob a roupa para evitar transparências constrangedoras após o banho

 Levar lanche, água, suco, refrigerante, café ou frutas, ou reservar almoço, posto o espaço ter lanchonete, sendo necessária uma reserva preliminar

Observar criteriosamente o horário de chegada ao Centro, pois temos horário determinado para saída de São Paulo e retorno


HORÁRIO DE CHEGADA AO CENTRO: 6:30H RETORNO PREVISTO: SAÍDA ÀS

15:30/16:00H



 

Faremos uma oferenda para Ossaim, para atrair dinheiro. Caso queiram participar, deverão providenciar:

- Abacate pontudo (o redondo não serve) macio o suficiente para enterrarmos moedas nele – será usado meio abacate para cada pessoa

- 7 moedas de ouro (R$ 0,10) bem polidas – para cada pessoa. Cada um deverá polir suas moedas para transmitir axé ( energia pessoal)

- 1 vela amarela e verde de 7 dias para a família ou grupo de amigos

- 1 faca para cortar o abacate

- Amendoim, fumo e mel serão comprados por algum filho da casa e distribuído entre os presentes, que deverão acertar as contas com ele.

Quem quiser fazer oferenda para seus pais de cabeça, falar com a Ministra Religiosa, com os Pais Pequenos ou com as Chefes de Gira, (Médiuns Alessandra e Marcia), para saber o que e como fazer e oferecer.


Realizaremos Gira de Caboclos com louvação à Mamãe Oxum


Para reservas :

CEL.: (11) 9-4558-4180

teb.circulodapaz@gmail.com


ou no próprio Templo.

308 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo